sábado, 28 de setembro de 2013

Já avaliou suas pintas com dermatoscópio nesse ano?

 
 
 
Vocês conhecem esse aparelho? É o dermatoscópio. Existem diferentes tipos, mas escolhi esse modelo para meu trabalho.
 
O dermatoscópio é uma lente de aumento especial que o dermatologista utiliza no exame das lesões de pele. Serve tanto para avaliação de lesões benignas como malignas. É uma ferramenta que uso muito. É meu terceiro olho!

Vejam o bichinho ali à direita!

Lembro um caso em que um paciente tinha feito uma
trilha na fazenda e voltou com algumas lesões vermelhas
no corpo, que coçavam muito. O dermatoscópio me
ajudou a identificar carrapatos minúsculos na pele
desse paciente. Tratava-se de uma infestação por
carrapatos (tomem cuidado nas trilhas pela mata,
especialmente em locais perto de pastos!). 

Lesão escura na pele de um paciente
A dermatoscopia é fundamental na avaliação das pintas escuras. Existem critérios que o dermatologista interpreta ao visualizar as pintas que podem indicar a necessidade de retirá-las através de cirurgia, especialmente quando se suspeita de lesão maligna, como o melanoma.




Imagem da lesão por dermatoscopia- suspeita de melanoma

A imagem gerada pelo dermatoscópio pode ser fotogravada e comparada em uma consulta posterior para verificar se houve mudança na pinta. Modificações na pinta podem significar sua transformação em câncer.
Procure fazer uma consulta de rotina com o dermatologista para que ele avalie suas pintas com o dermatoscópio. É um exame indolor, rápido (vai depender do número de pintas que você tenha!) e importante para diagnosticar alterações suspeitas de câncer de pele.



Nenhum comentário:

Postar um comentário